Enquete

Qual é a sua opinião, com relação ao trabalho da imprensa escrita de Leopoldina?
 

Visitantes

mod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_counter
mod_vvisit_counterHoje177
mod_vvisit_counterOntem1291
mod_vvisit_counterEsta Semana2281
mod_vvisit_counterSemana Passada9061
mod_vvisit_counterEste Mês26880
mod_vvisit_counterMês Passado9571
mod_vvisit_counterTodos os Dias3063617

We have: guests online
Hoje: 21 Nov, 2017

300x250_Site_Progresso

Início Noticias do Mundo
Notícias do Mundo
Nos EUA, homem é acusado de abandonar 7 cães em mala
Qua, 11 de Abril de 2012 15:10

Um homem está sendo acusado de abandonar seis filhotes da raça buldogue e sua mãe dentro de uma mala deixada em uma rua de Maumee (Ohio), nos Estados Unidos.

argaiv1432

Autoridades dizem acreditar que ele tentou vender os filhotes e, ao não conseguir, os abandonou em frente a uma loja, próximo a uma lata de lixo, no dia 4 de abril.


Dave Zapotosky/Associated Press
Seis filhotes de buldogue e sua mãe, que foram abandonados em mala em Ohio
Seis filhotes de buldogue e sua mãe, que foram abandonados em mala em Ohio

O acusado foi localizado pela polícia devido a uma etiqueta esquecida na mala com seus dados.

Pedestres que passavam pelo local ouviram latidos dos cães e os retiraram de dentro da mala, chamando em seguida a polícia.

Os seis filhotes e a mãe foram recolhidos pela sociedade protetora dos animais da região e passam bem. (www.folha.com.br)

 
Ataque a escola judaica na França deixa quatro mortos
Seg, 19 de Março de 2012 14:15
Autoridades suspeitam que o homem em uma moto seja o mesmo atirador que matou três militares franceses na semana passada

ERIC CABANIS/AFP

19_Tiroteio em escola de judeus pericia1_ERIC CABANIS_AFP.JPG

Policiais cercam a porta da escola judaica Ozar Hatorah onde houve o ataque



TOULOUSE (França) - Quatros pessoas, incluindo três crianças, foram assassinadas a tiros nesta segunda-feira (19) em uma escola judaica em Toulouse, no sul da França, por um homem em uma moto, provavelmente o mesmo atirador que matou três militares franceses na semana passada na mesma região.


O crime comoveu a França em plena campanha eleitoral. "É uma tragédia espantosa. Toda a República Francesa está afetada por este drama abominável", afirmou o presidente francês Nicolas Sarkozy, que viajou imediatamente a Toulouse.


As vítimas são um professor de religião de 30 anos, seus dois filhos, de três e seis anos, e a filha de 10 anos da diretora do centro de ensino. Além disso, um adolescente de 17 anos ficou gravemente ferido no tiroteio.


Testemunhas afirmaram que o criminoso abriu fogo contra um grupo de pais e crianças diante do colégio
judaico Ozar Hatorah, que fica em um bairro residencial de Toulouse, antes fugir em uma moto. "Ele atirou contra tudo o que tinha pela frente, crianças e adultos. As crianças foram perseguidas até dentro da escola", declarou o procurador à imprensa.


A forma de operar do assassino recorda a utilizada por um homem que na semana passada matou três militares e feriu gravemente outro na mesma região. O atirador também circulava de moto.


O criminoso utilizou duas armas, uma delas do mesmo calibre da usada no assassinato de soldados de um regimento de paraquedistas em Toulouse e Montauban. Segundo o procurador, "existem elementos que justificam que se imagine seriamente a questão de um vínculo entre esta matança e os recentes assassinatos de militares".

 

19_Tiroteio em escola de judeus1_REMY GABALDA_AFP

Homem em uma moto matou as quatro pessoas a tiros e deixou outras feridas (Foto REMY GABALDA/AFP)

 


A tragédia abalou a campanha presidencial francesa, que terá o primeiro turno em 22 de abril, e que nesta segunda-feira começava de maneira oficial.


Além de Sarkozy, que chegou a Toulouse acompanhado do presidente do Conselho Representativo das Instituições Judaicas da França (CRIF), Richard Prasquier, o candidato socialista, François Hollande, também anunciou a suspensão momentânea da campanha para manifestar solidariedade às famílias das vítimas e à comunidade judaica da França.


O ministério do Interior anunciou um reforço da vigilância das escolas judaicas, que já contam com medidas
de proteção na França.


Patrick Rouimi, pai de um aluno, afirmou que o homem abriu fogo contra as pessoas que aguardavam em um ponto de transporte escolar. A rua Dalou, onde fica o centro de ensino, foi isolada e centenas de policiais foram mobilizados ao redor do colégio.


Na quinta-feira passada, um homem em uma moto preta matou a sangue frio dois soldados de um regimento de
paraquedistas da cidade de Montauban e feriu gravemente outro.


A justiça francesa vinculou imediatamente as mortes de Montauban com o assassinato de outro militar cometido no domingo, 11 de março. em Toulouse. Nos dois ataques a mesma arma foi utilizada.


Mais de 50 investigadores foram mobilizados para encontrar o autor dos crimes. "Uma explicação? Trata-se de um antissemitismo brutal e abjeto", afirmou o dr. Charles Bensemhoun, morador de Toulouse.


"Agora atiram contra crianças", completou uma mulher que estava a seu lado. O governo de Israel afirmou estar "horrorizado". "Estamos horrorizados com este ataque.

Confiamos que as autoridades francesas farão tudo para investigar o
drama e levarão os responsáveis pelos assassinatos à justiça", declarou o porta-voz do ministério das Relações
Exteriores, Yigal Palmor.


O grande rabino da França, Gilles Bernheim, afirmou que estava "terrivelmente comovido" e que viajaria a Toulouse.


O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, condenou "o assassinato odioso de judeus, incluindo pequenas crianças". "É muito cedo para saber exatamente quais são as circunstâncias deste assassinato, mas não podemos descartar a possibilidade de que tenha sido motivado por um antissemitismo violento e sangrento", declarou Netanyahu a membros de seu partido Likud.


O Vaticano, por sua vez, manifestou sua "profunda indignação, seu horror, e sua condenação mais firme". "O atentado de Toulouse contra uma escola e três crianças judias é um ato horrível e desprezível, que se junta a outros recentes de violência absurda que feriram a França", declarou o porta-voz do Vaticano, padre
Federico Lombardi.(www.hojeemdia.com.br)

 

 

 
Empregada doméstica mata patroa que a chamou de estúpida
Sex, 17 de Fevereiro de 2012 14:02
Vitria Depsi Wahyuno, 19 anos, se declarou culpada e poderá ser condenada a 20 anos de prisão


CINGAPURA - Uma empregada doméstica indonésia estrangulou a patroa de 87 anos em Cingapura que a chamava regularmente de "estúpida", informa a imprensa local.

Vitria Depsi Wahyuno, 19 anos, trabalhou apenas cinco dias para Sng Gek Wah. A indonésia afirmou que não conseguiu suportar o fato da patroa, que teve sete empregadas domésticas desde 2003, chamá-la de "bodoh" (estúpida em malaio), também segundo a imprensa.

A doméstica, que se declarou culpada, pode ser condenada a 20 anos de prisão.

Mais de 200 mil empregados domésticos trabalham, às vezes em condições muito difíceis, em Cingapura, terceiro país do mundo em termos de riqueza por habitante. (www.hojeemdia.com.br)

 

 

 
Mulher antecipa parto para que marido doente possa ver filha
Ter, 14 de Fevereiro de 2012 16:41

Uma americana decidiu antecipar em duas semanas o nascimento da filha para que o pai da criança, diagnosticado com apenas alguns dias de vida, pudesse pegá-la no colo antes de morrer.

Mark Aulger, morador da cidade de The Colony (Estado do Texas), foi diagnosticado com câncer de cólon em abril de 2011. Após seis meses de quimioterapia, ele se curou do tumor, mas os pulmões sofreram os efeitos do tratamento.

Com dificuldade de respirar, Mark descobriu no início deste ano que tinha fibrose pulmonar.

"Era como se os seus pulmões estivessem impregnados por concreto. Eles não conseguiam inspirar, não conseguiam passar oxigênio para o resto de seu corpo. Essencialmente, ele morreu sufocado", afirmou mulher, Diane, à rede de TV WFAA-TV.

Internado em um hospital no início de janeiro, os médicos informaram Mark que ele tinha poucos dias de vida. Foi quando sua mulher, grávida de oito meses, decidiu antecipar o nascimento da filha, induzindo o parto.

A menina Savannah nasceu em 18 de janeiro. "Ele [Mark] foi a primeira pessoa a segurá-la, e ele a segurou por 45 minutos", disse Diane.

Mark entrou em coma pouco após ver sua filha e morreu cinco dias depois, aos 52 anos.

Diane disse à WFAA-TV que colocou Savannah no colo de seu marido pouco antes da morte dele.

Segundo ela, ele estava muito entusiasmado para ver o nascimento sua filha, a quem ele chamava de "um raio de sol em nossa tristeza".

Além da recém-nascida, o casal teve outros quatro filhos. (www.folha.com.br)

 
Adolescente com doença rara não come nada há 18 anos
Ter, 24 de Janeiro de 2012 08:12

Cientistas em Londres estão investigando o caso de um menino que tem uma doença rara que faz com que ele não consiga comer.

O jovem Muhammad Miah, 18, não consegue nem mesmo beber água da torneira.

"A água precisa ser fervida ou mineral, caso contrário meu estômago não aprova. Meu estômago é muito sensível", diz ele.


BBC
Muhammad Miah sofre de uma condição rara chamada pseudo-obstrução intestinal, que afeta o sistema digestivo
Muhammad Miah sofre de uma condição rara chamada pseudo-obstrução intestinal, que afeta o sistema digestivo

Desde a infância, ele é obrigado a se alimentar de forma artificial. Durante o dia, ele toma um líquido acrescido de proteínas, carboidratos, gordura, água, minerais e vitaminas.

À noite, um aparelho especial bombeia nutrientes diretamente em seu estômago através de um tubo especial.

Antigamente, ele era alimentado usando métodos intravenosos, com os nutrientes entrando direto na corrente sanguínea, sem passar pelos processos normais de digestão.

Um episódio, no entanto, marcou Muhammad. "Meu estômago parou de funcionar totalmente. Eu não conseguia nem mesmo ser alimentado com nutrientes líquidos ou água. Isso durou por vários meses", afirma o jovem.

DOENÇA RARA

Muhammad sofre de uma condição rara chamada pseudo-obstrução intestinal, que afeta apenas entre 12 e 15 crianças no Reino Unido. O intestino perde toda a capacidade de fazer a comida passar pelo aparelho digestivo.

Os médicos no hospital Great Ormond Street, em Londres, onde Muhammad está sendo tratado, acreditam que no caso do jovem a doença foi provocada por uma falha nos nervos do músculo do intestino.

Muhammad ainda consegue ver o lado positivo na sua doença.

"Às vezes eu acho que sou mais saudável do que as outras pessoas. Quando você pensa em todos os tipos de porcarias que as pessoas estão comendo... pelo menos eu não vou engordar."

Ele conta também que nunca chega a sentir fome.

"Minhas refeições são tão bem cronometradas agora, que eu sinto fome de verdade, para ser sincero. E quando eu estou passando muito mal, eu não sinto fome. É algo normal para mim."

Apesar da atitude positiva, ele enfrenta muitos problemas no seu cotidiano. Muhammad está estudando para entrar na universidade. Devido à sua doença, há dias em que ele fica tão sem energia que mal consegue sair da cama.

O especialista em pediatria e problemas intestinais Nikhil Tharpar, do Instituto de Saúde Infantil da University College London, afirma que há urgência na medicina em se compreender melhor como o estômago funciona.

"Nós só conseguimos controlar os sintomas no momento. O tratamento é só permitir que pacientes como Muhammad sobrevivam. Nós não vamos oferecer nenhuma cura", diz o médico.

"Mas nós queremos entender como esses defeitos de nascença surgem, e fazer um pouco de pesquisa com células-tronco para desenvolver alguns dos nervos que não existem [no paciente]."

Tharpar diz que crianças com pseudo-obstrução intestinal levam o defeito consigo a vida toda.

"Essas crianças são muito corajosas, apesar de tudo. Ela vivem com uma péssima qualidade de vida, estão sempre entrando e saindo do hospital todas as semanas e sofrem de constipação crônica. Elas vivem no limite", afirma o médico.(www.folha.com.br)

 
Mais de 40 milhões se prostituem no mundo, diz estudo
Qua, 18 de Janeiro de 2012 08:23

Relatório de fundação francesa analisa o fenômeno em 24 países; tráfico de brasileiras à Europa estaria aumentando.

Da BBC

15 comentários
Mais de 40 milhões se prostituem no mundo, diz estudo (Foto: PA) 
Mais de 40 milhões se prostituem no
mundo, diz estudo (Foto: PA)

Mais de 40 milhões de pessoas no mundo se prostituem atualmente, segundo um estudo da fundação francesa Scelles, que luta contra a exploração sexual. A grande maioria (75%) são mulheres com idades entre 13 e 25 anos.

O relatório analisa o fenômeno em 24 países, entre eles França, Estados Unidos, Índia, China e México e diz que o número de pessoas que se prostituem pode chegar a 42 milhões no mundo. O estudo revela ainda que 90% delas estão ligadas a cafetões.

O documento também analisa a questão da exploração sexual por redes de tráfico de seres humanos. De acordo com o relatório, o maior número de vítimas está concentrado na Ásia, que representa 56% dos casos.

Exploração de crianças
A América Latina e os países ricos registram, respectivamente, 10% e 10,8% do tráfico de pessoas para atividades ligadas ao sexo, afirma o 'Relatório Mundial sobre a Exploração Sexual - A prostituição no coração do crime organizado', publicado em um livro.

E quase a metade das vítimas de redes de tráfico humano são crianças e jovens com menos de 18 anos.

'Essa é uma das características da prostituição nos dias de hoje: um grande número de crianças é explorada sexualmente', diz o documento. Estima-se que 2 milhões de crianças se prostituam no mundo.

Tráfico de mulheres brasileiras
O juiz Yves Charpenel, presidente da Fundação Scelles, diz que não há dados suficientes para avaliar o aumento da prostituição no mundo.

'O elemento marcante, na Europa, é a multiplicação de prostitutas vindas de países diversos, normalmente controladas por quadrilhas que as fazem circular por todo o continente', afirma.

O estudo da fundação francesa afirma, com base em dados da agência da ONU contra as drogas e o crime, que o tráfico de mulheres brasileiras na Europa estaria aumentando. O documento não revela, no entanto, números em relação a esse crescimento.

'Essas vítimas são originárias de comunidades pobres do norte do Brasil, como Amazonas, Pará, Roraima e Amapá.'

'Se a maioria das prostitutas na Europa são de países do leste europeu e de ex-repúblicas soviéticas, a predominância desses grupos parece estar diminuindo no continente', diz o relatório, acrescentando que paralelamente a isso o número de brasileiras estaria aumentando.

Em dezembro passado, a polícia espanhola desmantelou uma quadrilha internacional de prostituição que mantinha dezenas de menores brasileiras sob cárcere privado.

Eventos esportivos e prostituição
O estudo também afirma que grandes eventos esportivos, como a Copa do Mundo de futebol e os Jogos Olímpicos, contribuem para agravar o fenômeno da prostituição.

'Futebol e Olimpíadas são identificados como os cenários mais comuns da exploração sexual', afirma o relatório.

Segundo o texto, essas grandes competições internacionais permitem que as redes criminosas 'aumentem a oferta' de prostitutas.

Na África do Sul, por exemplo, 1 bilhão de camisinhas foram encomendadas pelas autoridades para enfrentar eventuais riscos sanitários durante a Copa do Mundo em 2010.

O número de prostitutas no país, estimado em 100 mil, aumentou em 40 mil pessoas durante o evento.

Internet
Segundo a Fundação Scelles, a internet também contribui para ampliar a prostituição no mundo.

'As redes de cafetões agora recrutam pessoas em redes sociais como Facebook e Twitter', diz o estudo, citando um caso na Indonésia em que as autoridades prenderam suspeitos de aliciar jovens estudantes no Facebook e no Yahoo Messenger.

Nos Estados Unidos, a maioria das menores prostitutas são recrutadas por cafetões no site Craiglist, de anúncios, diz o estudo.

'Os cafetões fazem falsas propostas de trabalho como manequim e utilizam as vítimas para recrutar outras jovens.' (www.globo.com)

 
Campanha antiaçúcar em Nova York adota estratégia de cigarros
Qui, 12 de Janeiro de 2012 10:06

A Prefeitura de Nova York retomou sua campanha antiobesidade e colou cartazes no metrô que exibem um diabético com a perna amputada pelo consumo excessivo de refrigerantes.

A estratégia de usar fotos impactantes para conscientizar a população sobre hábitos prejudiciais à saúde segue a mesma linha da dos cigarros.

A iniciativa já havia sido adotada antes, mas a imagem era outra --consumidores levavam à boca porções de gordura.


Reuters
Campanha antiobesidade mostra diabético que teve a perna amputada por excesso no consumo de açúcar
Campanha antiobesidade mostra diabético que teve a perna amputada por excesso no consumo de açúcar

A campanha atual traz ainda uma frase: "Corte suas porções, corte seu risco". A Associação Americana de Bebidas se manifestou contra por considerar que a imagem imprecisa que não retrata o impacto dos refrigerantes à saúde.

Nos EUA, o tamanho das embalagens de bebidas duplicou nas últimas cinco décadas. A porção de batatas fritas também aumentou, dobrando no mesmo período, e cerca de 57% dos novaiorquinos estão acima do peso ou são obesos, informou o setor de saúde da prefeitura. Desses, 10% afirmaram que tiveram diabetes tipo 2.

Segundo a professora Marion Nestle, do departamento de Saúde Pública da Universidade Nova York, o tamanho das porções conta muito na maneira como as pessoas comem.

A prefeitura também intensificou o combate ao problema da obesidade exigindo que as redes de restaurantes indiquem as calorias para cada item do cardápio. A meta é levar as pessoas a refletir sobre o quanto estão comendo. (www.folha.com.br)

 
« InícioAnterior12345678910PróximoFim »

Página 8 de 23
Boa Madrugada,

Leia o Jornal Online

edicao-070

Edições Anteriores

Publicidade

 tec-enf

finance

blogmarinato

bar-puca

Previsão do Tempo

Todos os Direiros reservados
Desenvolvido por