Enquete

Qual é a sua opinião, com relação ao trabalho da imprensa escrita de Leopoldina?
 

Visitantes

mod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_counter
mod_vvisit_counterHoje1494
mod_vvisit_counterOntem1334
mod_vvisit_counterEsta Semana4932
mod_vvisit_counterSemana Passada9061
mod_vvisit_counterEste Mês29531
mod_vvisit_counterMês Passado9571
mod_vvisit_counterTodos os Dias3066268

We have: guests online
Hoje: 22 Nov, 2017

300x250_Site_Progresso

Início Noticias do Brasil Operação Eficiência Gilmar Mendes manda soltar Eike Batista.
Operação Eficiência Gilmar Mendes manda soltar Eike Batista. PDF Imprimir E-mail
Sex, 28 de Abril de 2017 21:06

O empresário é réu na Justiça Federal do Rio de Janeiro por corrupção ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Eike Batista
Eike deverá ser solto se não estiver cumprindo outro mandado de prisão
PUBLICADO EM 28/04/17 - 19h00

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes mandou soltar nesta sexta-feira (28) o empresário Eike Batista, preso, no final de janeiro na Operação Eficiência, um desdobramento da Operação Lava Jato. O empresário é réu na Justiça Federal do Rio por corrupção ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

argaiv1432

De acordo com a decisão do ministro, Eike deverá ser solto se não estiver cumprindo outro mandado de prisão. Caberá ao juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal no Rio de Janeiro, avaliar se o empresário será solto e aplicar medidas cautelares.

Segundo as investigações, Eike teria repassado US$ 16,5 milhões em propina ao ex-governador Sérgio Cabral, por meio de contratos fraudulentos com o escritório de advocacia da mulher de Cabral, Adriana Anselmo, e uma ação fraudulenta que simulava a venda de uma mina de ouro, por intermédio de um banco no Panamá. Em depoimento à PF, Eike confirmou o pagamento para tentar conseguir vantagens para as empresas do grupo EBX, presididas por ele.

No habeas corpus, a defesa de Eike Batista alegou que a prisão preventiva é ilegal e sem fudamentação política. Para os advogados, a Justiça atendeu ao apelo midiático da população .

"Nada mais injusto do que a manutenção da prisão preventiva de um réu, a contrapelo da ordem constitucional e infraconstitucional, apenas para satisfazer a supostos anseios de justiçamento por parte da população, os quais, desacoplados do devido processo legal, se confundem inelutavelmente com a barbárie", argumenta a defesa.

(Fonte: www.otempo.com.br)

 

Comentar

O Jornal O Progresso não se responsabiliza pelas informações ou citações feitas nos comentários que não sejam de sua autoria.


Código de segurança
Atualizar

Boa Noite,

Leia o Jornal Online

edicao-070

Edições Anteriores

Publicidade

 tec-enf

finance

blogmarinato

bar-puca

Previsão do Tempo

Todos os Direiros reservados
Desenvolvido por