Enquete

Qual é a sua opinião, com relação ao trabalho da imprensa escrita de Leopoldina?
 

Visitantes

mod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_counter
mod_vvisit_counterHoje1502
mod_vvisit_counterOntem1334
mod_vvisit_counterEsta Semana4940
mod_vvisit_counterSemana Passada9061
mod_vvisit_counterEste Mês29539
mod_vvisit_counterMês Passado9571
mod_vvisit_counterTodos os Dias3066276

We have: guests online
Hoje: 22 Nov, 2017

300x250_Site_Progresso

Início Noticias do Brasil
Noticias do Brasil


Anvisa aprova registro de remédio à base de maconha pela primeira vez PDF Imprimir E-mail
Ter, 17 de Janeiro de 2017 14:10
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o registro de um medicamento à base de Cannabis sativa, planta usada para produção de maconha. Trata-se do primeiro medicamento fabricado a partir da substância a ser registrado no País. O remédio, que se chama Mevatyl será usado no tratamento da espasticidade - alteração no tônus muscular ligada à esclerose múltipla. O medicamento - composto por 27 mg/ml de tetraidrocanabinol (THC) e 25 mg/ml de canabidiol - será comercializado com tarja preta no Brasil. O remédio já é usado em outros 28 países, entre eles Canadá, Estados Unidos, Alemanha, Dinamarca, Suécia, Suíça e Israel. Em novembro do ano passado, a Anvisa aprovou uma regra que abre caminho para o registro, produção e venda de medicamentos compostos por maconha no Brasil. Pela decisão, remédios à base de tetrahidrocannabionol (THC) e de canabidiol, substâncias presentes na planta, passaram a ser considerados como de venda sob controle especial.
 
Aberta a temporada para compra de material escolar; confira 8 dicas para gastar menos PDF Imprimir E-mail
Ter, 17 de Janeiro de 2017 14:03
Da Redação
Hoje em Dia - Belo Horizonte
17/01/2017 - 06h00
A orientação é fazer pesquisa de preço antes de comprar
A orientação é fazer pesquisa de preço antes de comprarO preço do material escolar em Belo Horizonte teve aumento de 36% neste ano em relação a 2016. Já o custo de uma papelaria para outra apresenta variação de até 610% conforme pesquisa do site Mercado Mineiro. Por isso, a recomendação é pesquisar e planejar sempre; uma forma de economizar sem ter que abrir mão da qualidade nos estudos das crianças, segundo Reinaldo Domingos, doutor em educação financeira e presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin).

Para quem tem filhos, esse é um dos maiores gastos do início do ano e, devido à falta de educação financeira, diversas despesas se acumulam e as famílias se perdem em meio a tantas contas para pagar, muitas vezes, ultrapassando o limite do orçamento.

argaiv1432

O primeiro passo, segundo Reinaldo Domingos, é realizar um diagnóstico da vida financeira da família para saber exatamente quais são os ganhos e gastos mensais e quanto poderá ser usado para a aquisição do material escolar. Confira as dicas:

01. Essa despesa é recorrente, ou seja, precisa fazer parte do planejamento anual. Para que os gastos não fiquem muito pesados em janeiro, é válido poupar durante todo o ano para fazer os pagamentos à vista e obter bons descontos.

02. Antes ir às compras, a família pode analisar itens do ano passado e selecionar tudo o que pode ser usado novamente, como tesoura, régua e mochila.

03. No caso dos livros, vale a pena procurar pais de alunos mais velhos para pedir emprestado ou comprar por um preço mais acessível. É importante observar se estão em boas condições de uso.

04. Algo interessante é reunir alguns pais e comprar itens em atacado, como caixas de lápis, cadernos e agendas.

05. É preciso fazer muitas pesquisas e traçar um orçamento para ter ideia do gasto total.

06. Não é preciso necessariamente comprar todos os itens na mesma loja, mas se for fazer, é válido pedir descontos.

07. No dia das compras, converse com os filhos sobre o orçamento e evite gastar mais do que o planejado.

08. O ideal é sempre fazer os pagamentos à vista, mas se não for possível, opte por poucas parcelas que caibam no bolso, para não comprometer as finanças de 2017 por vários meses.

Fonte: Reinaldo Domingos, doutor em educação financeira e presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin)

(Fonte: www.hojeemdia.com.br)

 
Aberta a temporada para compra de material escolar; confira 8 dicas para gastar menos PDF Imprimir E-mail
Ter, 17 de Janeiro de 2017 14:03
Da Redação
Hoje em Dia - Belo Horizonte
17/01/2017 - 06h00
A orientação é fazer pesquisa de preço antes de comprar
A orientação é fazer pesquisa de preço antes de comprarO preço do material escolar em Belo Horizonte teve aumento de 36% neste ano em relação a 2016. Já o custo de uma papelaria para outra apresenta variação de até 610% conforme pesquisa do site Mercado Mineiro. Por isso, a recomendação é pesquisar e planejar sempre; uma forma de economizar sem ter que abrir mão da qualidade nos estudos das crianças, segundo Reinaldo Domingos, doutor em educação financeira e presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin).

Para quem tem filhos, esse é um dos maiores gastos do início do ano e, devido à falta de educação financeira, diversas despesas se acumulam e as famílias se perdem em meio a tantas contas para pagar, muitas vezes, ultrapassando o limite do orçamento.

O primeiro passo, segundo Reinaldo Domingos, é realizar um diagnóstico da vida financeira da família para saber exatamente quais são os ganhos e gastos mensais e quanto poderá ser usado para a aquisição do material escolar. Confira as dicas:

01. Essa despesa é recorrente, ou seja, precisa fazer parte do planejamento anual. Para que os gastos não fiquem muito pesados em janeiro, é válido poupar durante todo o ano para fazer os pagamentos à vista e obter bons descontos.

02. Antes ir às compras, a família pode analisar itens do ano passado e selecionar tudo o que pode ser usado novamente, como tesoura, régua e mochila.

03. No caso dos livros, vale a pena procurar pais de alunos mais velhos para pedir emprestado ou comprar por um preço mais acessível. É importante observar se estão em boas condições de uso.

04. Algo interessante é reunir alguns pais e comprar itens em atacado, como caixas de lápis, cadernos e agendas.

05. É preciso fazer muitas pesquisas e traçar um orçamento para ter ideia do gasto total.

06. Não é preciso necessariamente comprar todos os itens na mesma loja, mas se for fazer, é válido pedir descontos.

07. No dia das compras, converse com os filhos sobre o orçamento e evite gastar mais do que o planejado.

08. O ideal é sempre fazer os pagamentos à vista, mas se não for possível, opte por poucas parcelas que caibam no bolso, para não comprometer as finanças de 2017 por vários meses.

Fonte: Reinaldo Domingos, doutor em educação financeira e presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin)

(Fonte: www.hojeemdia.com.br)

 
DUTRA LADEIRA Cerca de 20 detentos que lideraram rebelião serão transferidos PDF Imprimir E-mail
Ter, 17 de Janeiro de 2017 12:12

A informação foi confirmada pelo Secretário de Estado Adjunto de Assuntos Penitenciários, Robson Lucas da Silva, nesta terça-feira (17).

Cerca de 15 a 20 detentos que lideraram o motim que teve início na noite desta segunda-feira (16) na Penitenciária Dutra Ladeira, em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte, serão transferidos para outras unidades prisionais do Estado. A rebelião foi controlada na madrugada desta terça-feira (17).

De acordo com as informações repassadas pelo Secretário de Estado Adjunto de Assuntos Penitenciários, Robson Lucas da Silva, as unidade que receberão os líderes do movimento ainda não foram definidas. Ainda de acordo com o chefe da pasta, o diretor Rodrigo Machado, será mantido no cargo.

A saída do diretor era uma das principais reivindicações dos presos. A rebelião estaria ligada à "linha-dura" adotada pelo novo diretor da unidade, que assumiu a unidade em dezembro. Um vídeo dos detentos ameaçando Machado, e que teria sido feito dentro da unidade, pode ser assistido AQUI.

Durante entrevista concedida no início da tarde desta terça-feira, o secretário fez ainda um balanço dos feridos e danos causados pelo motim. Ao todo, oito presos ficaram feridos por balas de borracha e estilhaços de bombas. Eles foram atendidos no posto de saúde da própria penitenciária.

Além disso, um agente penitenciário ficou ferido após receber um golpe com uma barra de ferro na cabeça. Ele levou três pontos após ser socorrido para um hospital.

Três celas foram totalmente destruídas pelos presos, todas elas no pavilhão 4 da unidade. Já no pavilhão 5, apenas uma cela foi parcialmente danificada. A capacidade da Dutra Ladeira é de 1.163 detentos, tento hoje um total de 2.109 ingressos. (Fonte: www.otempo.com.br)

 
REAÇÃO Secretário diz que crime em presídio pode ter sido cometido por PCC PDF Imprimir E-mail
Sex, 06 de Janeiro de 2017 11:22

"Não existem facções de outras organizações criminosas no local (além do PCC)", disse o secretário de Justiça e Cidadania do Estado, Uziel de Castro Júnior.

Reprodução Google Maps
Ao menos 33 detentos são mortos em presídio de Roraima
PUBLICADO EM 06/01/17 - 11h02

O secretário de Justiça e Cidadania do Estado, Uziel de Castro Júnior, afirmou em entrevista à Rádio BandNews que as informações preliminares dão conta que membros do Primeiro Comando da Capital (PCC) "possivelmente tenham cometido esses crimes". A frase se refere a morte dos 33 presos que foram assassinados na madrugada desta sexta-feira (6) na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, em Boa Vista, cidade do Estado de Roraima.

"Não existem facções de outras organizações criminosas no local (além do PCC)", disse. Ele declarou que as autoridades ainda não sabem o que motivou o ato, mas que equipes estão na unidade para verificar a situação.

Castro Júnior afirmou que há superlotação no sistema prisional do Estado e que há projetos para construção de mais presídios, com a abertura de mais de 1 mil vagas em 2017. (Fonte: www.otempo.com.br)

 
Em São Paulo Julgamento de Elize chega ao 4º dia e deve se estender até domingo. PDF Imprimir E-mail
Qui, 01 de Dezembro de 2016 19:34

Previsão inicial era de que o júri popular chegasse a uma decisão sobre o homicídio do empresário Marcos Matsunaga até esta sexta-feira (2).

Elize se recusou a responder as perguntas da acusação e a defesa se absteve de questioná-la.
Nesta quinta-feira (1º), a última testemunha de acusação está sendo ouvida
PUBLICADO EM 01/12/16 - 15h39

O julgamento de Elize Matsunaga, no Fórum Criminal da Barra Funda, na zona Ieste de São Paulo, deverá se estender até o fim de semana. A previsão inicial era de que o júri popular chegasse a uma decisão sobre o homicídio do empresário Marcos Matsunaga até esta sexta-feira (2), mas o ritmo dos depoimentos indica que a sessão deverá se alongar, podendo chegar ao domingo (4).

Nesta quinta-feira (1º), a última testemunha de acusação está sendo ouvida. Trata-se do médico legista Carlos Alberto de Souza Coelho, que elaborou parecer a pedido do Ministério Público no período da exumação do corpo da vítima - 10 meses depois do crime, que aconteceu em maio de 2012, a Justiça atendeu ao pedido para realização de novos exames nos restos mortais.

Após o depoimento de Coelho, estão previstas a convocação de oito testemunhas arroladas pela defesa de Elize, os debates entre a promotoria e os advogados, o interrogatório da ré - caso ela queira falar - e a votação dos jurados. O trâmite deve fazer com que o júri entre pelo fim de semana. O médico Coelho começou a ser ouvido às 9h30 desta quinta-feira e continuava respondendo a perguntas às 14 horas.

O depoimento do médico foi marcado pelo pedido de cancelamento do júri por parte da defesa. Coelho admitiu ter conversado "na terça ou quarta-feira" com o perito Jorge Oliveira, quando a sessão do julgamento já havia sido iniciada. Os advogados sustentaram ter havido violação do artigo 460 do Código de Processo Penal, que prevê o recolhimento das testemunhas em local onde não possam ouvir outros depoimentos.

O médico disse ter conversado com o perito para entender o porquê de ele ter feito adendos ao laudo necroscópico inicial do corpo de Marcos Matsunaga, em vez de ter feito documentos separados. As partes do empresário foram sendo encontradas ao longo de uma semana; Elize admitiu ter esquartejado o homem e jogado três malas em pontos diferentes das margens de uma rodovia em Cotia, na região metropolitana.

Para os advogados, o contato representou um fato grave que, em tese, poderia levar a dissolução do conselho de sentença. Eles analisam se ingressarão com pedido para que a interrupção seja garantida por instâncias superiores. Para o juiz Adilson Paukoski Simoni, que coordena as atividades, o contato não representou prejuízo ao processo.

A opinião é compartilhada pelo promotor José Carlos Cosenzo. "Isso não é erro. Ficou bem claro, a defesa não quer terminar esse júri. É evidente não conseguem continuar o júri. A lei é clara: as testemunhas não podem conversar sobre aquilo que pode influenciar a opinião de um ou de outro. Mas eles não conversaram sobre o processo, (Coelho) fez uma pergunta administrativa", disse.

Cosenzo disse que o depoimento do médico comprovou as teses de que Matsunaga foi esquartejado ainda com vida. Segundo Coelho, o local onde a bala ficou alojada na cabeça do empresário pode significar que ele não morreu instantaneamente.

"Endosso a opinião de que não houve morte imediata", disse o médico. Ele comentou também outras características do corpo que supostamente reforçam a visão de que a secção do corpo começou a ser feita com o empresário ainda vivo.

O fato é relevante para a acusação, já que ela tenta condenar Elize por homicídio triplamente qualificado, que inclui uso de meio cruel e método que impossibilitou a defesa da vítima.

"Ficou bem claro que iniciou-se o esquartejamento enquanto ele ainda respirava, ele estava vivo. Levou o tiro e não morreu instantaneamente. A pergunta que fiz ficou bem clara: se a Elize se arrependesse e chamasse o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), ele poderia sobreviver? Ele (Coelho) falou que não dava para garantir, mas, provavelmente, sim", acrescentou Cosenzo.

Para o advogado de Elize, Luciano Santoro, há laudos que provam o contrário. "A exumação foi feita e fala exatamente o contrário O laudo mostrou que o tiro foi feito de longa distância e não havia reação vital. Portanto, a conclusão do perito é só dele", disse.

A ré permaneceu durante toda a manhã desta quinta-feira com olhos fixos para o chão enquanto ouvia o depoimento. Santoro acrescentou que, no dia em que as testemunhas de acusação se encerram, a promotoria não conseguiu provar a motivação do crime

"Isso é sensacional para a defesa porque mostra que a torpeza que havia colocado, que teria sido por dinheiro, vingança, nada disso foi abordado até agora", afirmou. (Fonte: www.otempo.com.br)

 
Em 2015 Expectativa de vida do brasileiro aumenta para 75,5 anos, informa IBGE. PDF Imprimir E-mail
Qui, 01 de Dezembro de 2016 19:26

Aumento, embora pequeno, mantém a tendência de crescimento da taxa por anos consecutivos.

Idosos.
Em 2011, a esperança de vida do brasileiro era de 74,1 anos; em 2012, 74,6 anos; em 2013, 74,9 anos
PUBLICADO EM 01/12/16 - 07h46

A expectativa de vida do brasileiro de ambos os sexos ao nascer passou de 75,2 anos em 2014 para 75,5 anos em 2015, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (1º), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O aumento, embora pequeno, mantém a tendência de crescimento da taxa por anos consecutivos.

Em 2011, a esperança de vida do brasileiro era de 74,1 anos; em 2012, 74,6 anos; em 2013, 74,9 anos. Os dados estão na Tábua Completa de Mortalidade, publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira, dia 1º.

O detalhamento do documento será feito pelo IBGE na manhã desta quinta pela internet. Os dados apresentam as expectativas de vida às idades exatas até os 80 anos, trazendo informações por sexo e localidades. A Tábua de Mortalidade é usada como um dos parâmetros para determinar o fator previdenciário, no cálculo das aposentadorias do Regime Geral de Previdência Social. (Fonte: www.otempo.com.br)

 
« InícioAnterior12345678910PróximoFim »

Página 2 de 213
Boa Noite,

Leia o Jornal Online

edicao-070

Edições Anteriores

Publicidade

 tec-enf

finance

blogmarinato

bar-puca

Previsão do Tempo

Todos os Direiros reservados
Desenvolvido por