Enquete

Qual é a sua opinião, com relação ao trabalho da imprensa escrita de Leopoldina?
 

Visitantes

mod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_counter
mod_vvisit_counterHoje452
mod_vvisit_counterOntem1911
mod_vvisit_counterEsta Semana7606
mod_vvisit_counterSemana Passada9061
mod_vvisit_counterEste Mês32205
mod_vvisit_counterMês Passado9571
mod_vvisit_counterTodos os Dias3068942

We have: guests online
Hoje: 24 Nov, 2017

300x250_Site_Progresso

Início Noticias do Estado
Noticias do Estado
Idosa morre após ser atropelada na varanda de casa em Juiz de Fora PDF Imprimir E-mail
Postado por Marcos Marinato   
Seg, 19 de Setembro de 2016 16:33

Testemunha disse que homem dirigia em alta velocidade e perdeu controle.
Motorista não tinha carteira e foi preso; outro homem ficou ferido.

Uma idosa de 73 anos morreu após ser atropelada na varanda de casa em Juiz de Fora na manhã deste domingo (18). De acordo com o Boletim de Ocorrência (BO), uma testemunha relatou que o homem de 48 anos dirigia em alta velocidade pela rua principal, em Torreões, na zona rural. Ele perdeu o controle da direção e bateu na varanda de uma casa, onde atingiu a idosa e um homem de 42 anos que estavam sentados em um sofá.

A equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamada e constatou a morte e socorreu a outra vítima e o motorista até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Norte. Segundo o BO, os dois homens foram medicados na unidade e liberados. O corpo da idosa foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) no Bairro Granbery.

O carro foi apreendido e encaminhado ao pátio credenciado porque o motorista não tem carteira de habilitação e o veículo está com licenciamento em atraso desde 2011.

De acordo com o BO, o motorista foi detido. A Polícia Civil confirmou que ele teve a prisão ratificada e foi encaminhado ao Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp). Ele irá responder pela prática de homicídio culposo na direção de veículo e por não possuir permissão para dirigir ou carteira de habilitação. De acordo com a lei 9.503, a pena prevista é de dois a quatro anos de detenção. (Fonte: g1/zonadamata).

 
Muriaé: Irmãos são presos por ameaçarem explodir casa. PDF Imprimir E-mail
Postado por Marcos Marinato   
Seg, 19 de Setembro de 2016 16:31

Eles queriam que mulher cedesse residência para tráfico de entorpecentes.
Há suspeita que eles também extorquiam a irmã de um usuário de drogas.

19/09/2016 16h09 - Atualizado em 19/09/2016 16h09

Irmãos são presos por ameaçarem explodir casa em Muriaé

Eles queriam que mulher cedesse residência para tráfico de entorpecentes.
Há suspeita que eles também extorquiam a irmã de um usuário de drogas.

Do G1 Zona da Mata

Irmãos foram levados para a Penitenciária de Muriaé (Foto: Polícia Civil/Divulgação)Irmãos foram levados para a penitenciária de
Muriaé (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Dois irmãos, um de 23 anos e outro de 17, foram presos na manhã desta segunda-feira (19) pela Polícia Civil em Muriaé. Havia contra eles um mandado de busca e apreensão por tráfico de drogas, posse ilegal de explosivo e extorsão. Um dos suspeitos foi encontrado no Bairro Aeroporto e o outro no Bairro Colety.

O delegado responsável pelo caso, Junior Cézar, informou que os dois ameaçaram jogar um explosivo na casa de uma mulher, no Bairro Aeroporto, caso ela não cedesse o imóvel para o tráfico de drogas. "Os suspeitos concluíram que o lugar era um ponto estratégico para a venda [de drogas] e resolveram ameaçá-la", destacou.

Ele ainda relatou que há suspeita que os jovens também extorquiam a irmã de um usuário de drogas que devia dinheiro a eles. "A irmã do usuário disse que ela teria sido levada até o Bairro Aeroporto e ameaçada de morte por eles, sendo que um deles portava uma pistola. O namorado da mulher também foi ameaçado de morte por um deles".

Os dois estão presos temporariamente na penitenciária de Muriaé. "Após concluir a investigação, a prisão pode passar para preventiva e eles podem responder por tráfico de drogas, posse ilegal de explosivo e extorsão, além de receptação por outro inquérito que está em andamento", explicou Junior. Ainda segundo o delegado, um dos suspeitos tem participação em homicídios.

Os explosivos foram levados para a Delegacia de Plantão da cidade. (Fonte: g1/zonadamata)

 
Cesinha dá o "Pontapé Inicial" na campanha nesta tarde de sábado em Cataguases PDF Imprimir E-mail
Postado por Marcos Marinato   
Seg, 22 de Agosto de 2016 20:04
Um grupo de candidatos e correligionários esteve nesta tarde na Praça da Policlínica adesivando seus veículos

Um grupo de candidatos e correligionários esteve nesta tarde na Praça da Policlínica adesivando seus veículos

O candidato do PC do B a prefeitura de Cataguases, José César Samor, o Cesinha, realizou na tarde deste sábado, 20 de agosto, na Praça da Policlínica (Praça Simão José Silva), sua primeira ação organizada de campanha. Batizada de "Pontapé Inicial, Cataguases no Rumo Certo", o ato consistiu basicamente na adesivação de carros e motocicletas dos candidatos da coligação e de simpatizantes das candidaturas a prefeito e vice e de vereadores, conforme informou o coordenador geral da campanha, Alex Carvalho.
Das 14h às 17 horas aproximadamente, candidatos a vereador da coligação liderada pelo atual prefeito Cesinha, que busca a reeleição, estiveram na Praça adesivando seus veículos. Muitos levaram amigos e correligionários, conforme informou Alex. "Nossa meta é adesivar hoje quinhentos veículos entre os dos candidatos a vereador, simpatizantes destas candidaturas e também os que estão apoiando a reeleição de Cesinha", revelou o coordenador da campanha que também estava distribuindo botons e adesivos para camisas.
Cesinha e seu candidato a vice, Fernando Batista, participaram do ato juntamente com um grupo de candidatos a vereador, além de companheiros de campanha. Cesinha disse à reportagem do Site que está trabalhando diretamente com as pessoas com quem tem "conversado diariamente sobre nosso trabalho realizado na prefeitura e muito mais que podemos fazer nos próximos quatro anos", explicou. Ele também informou que nesta segunda-feira, 22, às 18 horas, vai inaugurar seu comitê de campanha, mas não quis revelar o endereço alegando um "suspense estratégico". (Fonte: www.marcelolopes.jor.br)
 
Matipó Homem mata servidora que brigava com sua mulher por desavença política PDF Imprimir E-mail
Postado por Marcos Marinato   
Seg, 22 de Agosto de 2016 20:03

Discussão e agressões entre as mulheres aconteceu em bar; elas apoiam candidatos diferentes à prefeitura da cidade; suspeito ainda não foi encontrado.

briga, matipo, politica
Vítima trabalhava como técnica de enfermagem
PUBLICADO EM 22/08/16 - 12h30

Uma discussão entre duas mulheres acabou em agressões e morte de uma delas, em um bar, no centro de Matipó, na região da Zona da Mata, na noite desse domingo (21).

A mulher do suspeito contou à Polícia Militar (PM) que ela discutiu com a funcionária pública e técnica de enfermagem Carmem Lopes Pereira Brandão, de 27 anos, porque elas apoiam candidatos diferentes à prefeitura da cidade.

A briga passou para agressões, inclusive com uso de cadeiras e mesas, e que a vítima a golpeou com uma faca. Para defendê-la, o marido de 32 anos, atirou e, em seguida fugiu.

Carmem, que foi atingida por três tiros na cabeça, um nas costas e um no tórax, chegou a ser socorrida, mas morreu no hospital. O companheiro dela estava no bar e presenciou o crime.

Até a tarde dessa segunda (22), a polícia não havia conseguido encontrar o atirador. Até então, o suspeito não tinha passagem policial, mas agora deve responder por homicídio.

No local do crime, a polícia apreendeu uma faca de serra amassada, usada durante a confusão. O caso foi registrado e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil da cidade.

As investigações já foram iniciadas pelo delegado Felipe de Ornelas Caldas, que já ouviu a companheira do atirador. Ela relatou que a briga foi iniciada, realmente, por divergências políticas, no entanto, o conflito se desenrolou para uma briga de bar.

O próximo passo da investigação será ouvir os envolvidos, conforme informou o delegado Caldas.

(Fonte: www.otempo.com.br)

 
FIQUE LIGADO! PM poderá localizar celular roubado através de Imei cadastrado em site PDF Imprimir E-mail
Postado por Marcos Marinato   
Seg, 22 de Agosto de 2016 19:57

ono de aparelho telefônico pode saber número de identificador digitando *#06#; nova ferramenta pode ser usada em qualquer lugar do país.

aparelhos

PUBLICADO EM 22/08/16 - 19h31

Uma iniciativa do 48º Batalhão de Polícia Militar, responsável pela cidade de Ibirité, na região metropolitana de Belo Horizonte, pode ajudar na localização de celulares roubados ou furtados através da verificação do Imei (International Mobile Equipment Identity), sigla em inglês para o número de identificação contido em cada aparelho. Para isso, foi criado o site "Celular Seguro", onde cada cidadão pode cadastrar o Imei de seu celular e informar à PM em caso de roubo ou furto.

A ideia de desenvolver a ferramenta surgiu por causa da alta incidência de roubos e furtos de aparelhos telefônicos na cidade e em municípios vizinhos. “Com os constantes roubos e furtos, a nossa equipe desenvolveu esse projeto piloto, que funciona da seguinte forma: a pessoa, de qualquer lugar do Brasil, pode acessar o site e cadastrar seus dados pessoais e do telefone, como o Imei e modelo do aparelho. Esses dados ficam armazenados e, se porventura o aparelho for levado, ela acessa o site novamente e nos comunica”, explicou o comandante do batalhão, Hércules de Paula Freitas.

Ainda segundo o comandante, é possível fazer o rastreamento dos aparelhos que usam os sistemas Android, iOS (iPhone) ou Windows Phone e descobrir a sua localização. “Em caso de abordagens de pessoas suspeitas, nós vamos pedir para verificar, além de documentos pessoais, o número do Imei do celular. Se esse número de identificação estiver cadastrado no sistema vamos apurar qual a participação desse suspeito no crime. Se ele é o responsável pelo furto ou roubo ou se é receptador”, explicou o policial.

Até esta segunda-feira (22), o site recebeu mais de 3.000 cadastros de celulares. Na página também é possível aprender como configurar e usar a ferramenta de rastreador. Na próxima quarta-feira (24), a Polícia Militar fará o lançamento da ferramenta.

Qualquer pessoa pode saber seu número de Imei digitando *#06# . Clique aqui e acesse o site da corporação.

Roubos e furtos no Estado já superam números de 2015

De janeiro a junho deste ano, os roubos e furtos de celulares em Minas já ultrapassaram o número registrado em 2015, no mesmo período. Segundo dados da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), 31.880 celulares foram roubados no Estado nos primeiros seis meses de 2016, contra 22.183 no ano passado. A mesma relação pode ser observada na quantidade de furtos, que subiu de 19.926, em 2015, para 24.610 em 2016. (Fonte: www.otempo.com.br).

 

 
NO PANTANAL Desembargador aposentado do TJMG é preso com carne de jacaré e dourado PDF Imprimir E-mail
Postado por Marcos Marinato   
Seg, 22 de Agosto de 2016 19:54

O desembargador disse aos militares que não sabia que ele e os colegas estavam transportando espécimes cuja caça é proibida; dois empresários e um advogado também foram detidos por pesca ilegal.

Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental/ Divulgação

PUBLICADO EM 22/08/16 - 17h19

Um desembargador aposentado do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) foi preso na manhã desse domingo (21), no Pantanal, no Estado do Mato Grosso, com mais de 195 quilos de pesca. O mineiro foi detido uma vez que, entre os espécimes capturados, a polícia encontrou 12 quilos de carne de jacaré e uma quantidade não divulgada de dourado. Ambas são espécies cuja pesca é proibida.

Além do desembargador, foram presos dois empresários e um advogado, que eram amigos e estavam no mesmo grupo. Os quatro foram ouvidos e liberados após pagarem fiança no valor de um salário mínimo cada.

A Polícia de Meio Ambiente chegou até o grupo após dois meses de monitoramento. A apuração foi iniciada após uma denúncia anônima.

O setor de inteligência da Polícia de Meio Ambiente identificou que, nesse período, o grupo de amigos esteve várias vezes na região de Porto Cercado, na cidade de Poconé, município localizado a 104 km de Cuiabá. A última viagem deles para o Pantanal ocorreu na última quinta-feira (18).

A polícia identificou que, entre o dia em que chegaram até o fim de semana, o grupo permaneceu no local pescando. Eles contavam com a ajuda de uma rede de pescadores da região para que, após a pesca, realizassem a limpeza e o corte de algumas espécies, cuja a captura é proibida, com objetivo de obstruir a identificação dos animais, caso fossem pegos.

"Na manhã desse domingo, por volta de 8h, identificamos que o grupo estava embarcando em um monomotor particular, pertencente a um dos empresários, com destino a Belo Horizonte", explicou o tenente Mendes Júnior, da Polícia Ambiental do Mato Grosso.

Após interceptar o monomotor, os militares vistoriaram o interior da aeronave e encontraram o carregamento de pesca. Os peixes, que deveriam ser transportados em caixas térmicas, eram carregados em malas térmicas, semelhantes às usadas para levar roupas, com o objetivo de levantar menos suspeitas.

"As carnes do jacaré e do dourado estavam descaracterizadas. Já estavam limpas e cortadas. Os outros peixes estavam fora da medida prevista por lei", lembrou o tenente.

Por lei, há uma medida específica para que a pesca de cada espécie seja permitida. No caso dos mais comuns - que estavam entre o pescado apreendido com os suspeitos - estão o pintado, cuja pesca é permitida para os peixes acima de 85 centímetros e o Jaú, que pode ser pescado a partir de 95 centímetros.

Durante a prisão, segundo informou a polícia, o desembargador e os amigos alegaram não saber que estavam transportando peixes proibidos. Porém, a polícia não acredita na versão.

"Era um grupo fechado de amigos. Eles viajaram juntos, no mesmo avião. Era impossível não saber. Eles pescaram e estavam tentando sair do flagrante", afirmou o tenente.

O piloto e o copiloto da aeronave foram liberados, uma vez que a polícia entendeu que eles apenas cumpriam suas tarefas de trabalho.

O desembargador e os amigos foram para a delegacia Polícia Civil de Poconé, onde o caso será investigado. Os integrantes do grupo pagaram fiança, foram liberados e retornaram no mesmo dia para Belo Horizonte na aeronave de um dos empresários.

A reportagem tentou falar com o desembargador, mas ainda não conseguiu contato. A Polícia Militar do Meio Ambiente confirmou que ele era um dos presos, mas não informou o nome dos outros detidos. Por isso, a reportagem não conseguiu contato com os outros suspeitos.

A Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp) explicou que todos os envolvidos irão responder por crime contra a fauna, previsto no artigo 34 da lei 9.605 de crimes ambientais, especificamente no trecho da lei diz respeito a quem transporta, comercializa, beneficia ou industrializa animais provenientes a pesca de espécimes proibidos.

A pena para esse tipo de crime varia de um a três anos de prisão ou implica em multa, cujo o valor é estipulado pelo juiz que irá julgar o caso. (Fonte: www.otempo.com.br)

 
« InícioAnterior12345678910PróximoFim »

Página 10 de 95
Bom Dia,

Leia o Jornal Online

edicao-070

Edições Anteriores

Publicidade

 tec-enf

finance

blogmarinato

bar-puca

Previsão do Tempo

Todos os Direiros reservados
Desenvolvido por