Enquete

Qual é a sua opinião, com relação ao trabalho da imprensa escrita de Leopoldina?
 

Visitantes

mod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_counter
mod_vvisit_counterHoje1463
mod_vvisit_counterOntem1334
mod_vvisit_counterEsta Semana4901
mod_vvisit_counterSemana Passada9061
mod_vvisit_counterEste Mês29500
mod_vvisit_counterMês Passado9571
mod_vvisit_counterTodos os Dias3066237

We have: guests online
Hoje: 22 Nov, 2017

300x250_Site_Progresso

Início Notícias de Leopoldina MORTE DE MÁRCIO PIMENTEL: Um vazio na política leopoldinense.
MORTE DE MÁRCIO PIMENTEL: Um vazio na política leopoldinense. PDF Imprimir E-mail
Postado por Marcos Marinato   
Seg, 06 de Novembro de 2017 07:50

Cargo de Vice-Prefeito fica vago até o fim do mandato.

argaiv1432

foto_marcio_pimentelNão há dúvidas, de que com a morte repentina do vice-prefeito Márcio Pimentel, aos 57 anos, vítima de infarto fulminante, ocorrida no dia 21 de outubro de 2017, há um vazio na política local. Márcio Pimentel ocupava o cargo de vice-prefeito, sem esconder o seu desejo de disputar a eleição para prefeito no ano de 2020. Já vinha se preparando para isso, e todos sabem e ele não escondia de ninguém este desejo. Por já ter sido candidato a prefeito por duas vezes, a vice-prefeito duas vezes e por ter sido candidato a deputado estadual, era um nome eleitoralmente conhecido. Constantemente comparecia em todos os eventos, reuniões e encontros, os quais era convidado. Grandes nomes da política leopoldinense, a princípio, não disputarão o cargo de prefeito em 2020, como Bené Guedes, Márcio Freire e o atual prefeito José Roberto de Oliveira, que por força da lei, não poderá ser candidato a reeleição. Brenio Coli, candidato a prefeito nas últimas eleições, vem comentando para alguns correligionários, que não deve mais se candidatar, mas esta situação poderá ser mudada. A eleição municipal ocorrerá em outubro de 2020, como diz o ditado, muita água correrá debaixo da ponte, mas hoje é difícil, no meio político, prever quem poderá ser o próximo prefeito da cidade. Poderá ser alguém que esteja no meio político? Ou algum nome novo, que poderá se candidatar pela primeira vez? Fato é, que com a morte de Márcio Pimentel, todo cenário político de Leopoldina mudou e não há como prever o que poderá acontecer. Muitos cidadãos perguntam quem ocupará o cargo de vice-prefeito, até 31 de dezembro de 2020, com a morte de Márcio Pimentel. De acordo com a lei, o vice-prefeito não tem função executiva dentro da administração municipal, a não ser quando substitui oficialmente o prefeito, e como manda a lei, o cargo de vice-prefeito ficará vago até o término deste mandato. Caso haja necessidade do prefeito se afastar por algum motivo, o primeiro na linha sucessória é o Presidente da Câmara, sendo hoje o vereador Darci José Portella. No dia 1º de janeiro de 2019, a Câmara elegerá seu novo Presidente, para administrar a Casa Legislativa por dois anos, até o dia 31 de dezembro de 2020, e o sucessor do Presidente Darci Portella, passará a ser o substituto do prefeito municipal neste período, caso haja necessidade.

 

Comentar

O Jornal O Progresso não se responsabiliza pelas informações ou citações feitas nos comentários que não sejam de sua autoria.


Código de segurança
Atualizar

Boa Noite,

Leia o Jornal Online

edicao-070

Edições Anteriores

Publicidade

 tec-enf

finance

blogmarinato

bar-puca

Previsão do Tempo

Todos os Direiros reservados
Desenvolvido por