Enquete

Qual é a sua opinião, com relação ao trabalho da imprensa escrita de Leopoldina?
 

Visitantes

mod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_counter
mod_vvisit_counterHoje799
mod_vvisit_counterOntem3277
mod_vvisit_counterEsta Semana8490
mod_vvisit_counterSemana Passada26263
mod_vvisit_counterEste Mês76791
mod_vvisit_counterMês Passado76423
mod_vvisit_counterTodos os Dias2368598

We have: guests online
Hoje: 28 Set, 2016

300x250_Site_Progresso

Início
  • 0
  • 1
prev
next

Motorista morre esmagado pela carreta que dirigia em Muriaé.

News image

Vítima perdeu controle da direção do veículo na curva e foi arremessada.Carreta tombou e atingiu motorista na BR-116, diz PRF. Do G1 Zona da Mata FACEBOOK Carreta estava carregada com carvão (Foto: PRF/Divulgação) Um motorista morreu após ser esmagado pela carreta que dirigia neste sábado (17) na BR-116 emMuriaé. De acordo com a Polícia ...

Leia Mais

Muriaé: Irmãos são presos por ameaçarem explodir casa.

News image

Eles queriam que mulher cedesse residência para tráfico de entorpecentes.Há suspeita que eles também extorquiam a irmã de um usuário de drogas. 19/09/2016 16h09 - Atualizado em 19/09/2016 16h09 Irmãos são presos por ameaçarem explodir casa em Muriaé Eles queriam que mulher cedesse residência para tráfico de entorpecentes.Há suspeita que eles também extorquiam a ...

Leia Mais
Nomeação de apresentador de programa jornalístico, que é acusado de ser parcial, causa polêmica em Leopoldina.

O valor total mensal dos vencimentos, é de R$ 1.780,98

argaiv1809

foto_haroldinhoA assinatura da portaria nº 172, de 18 de agosto de 2016, publicada no diário oficial dos municípios mineiros,  no dia 16 de setembro de 2016, assinada pelo prefeito José Roberto de Oliveira, em que nomeia o senhor HAROLDO CAMPOS CRESPO para o cargo de Coordenador de Manutenção dos Laboratórios de Informática,  da Prefeitura Municipal de Leopoldina, tem causado bastante polêmica nas redes sociais e no meio político leopoldinense. Os adversários políticos do atual prefeito José Roberto de Oliveira, acusam Haroldo Campos Crespo de ser parcial em seu programa, que é levado ao ar aos sábados, das 9:00 às 11:00 horas, na rádio 104,3 FM. Em uma página do facebook, uma pessoa questionou: “O Haroldo Crespo convidou os candidatos a prefeito para irem ao rádio participar do seu programa, mas como ter independência se foi nomeado na atual administração. Prestem atenção, ele é chefe de manutenção dos laboratórios de informática da Prefeitura Municipal de Leopoldina. Gostaria apenas de saber se ele sabe o que é computador? Bits? Software?”,pergunta o internauta. O cargo para o qual Haroldo Campos Crespo foi nomeado, foi criado através da Lei Complementar nº 36, de 29 de abril de 2014, que “Dispõe sobre a criação do Cargo de Coordenador da manutenção dos laboratórios de informática da rede municipal de ensino destinado à Secretaria Municipal de Educação e dá outras providências.

 

 
Bispo de Leopoldina suspende Padre que é candidato a vereador e que não se afastou das suas funções sacerdotais.

foto_padre_eduardoA Diocese de Leopoldina, publicou em seu site, no dia 20 de setembro de 2016, um Decreto de Suspensão de Ordem Sagrada, em que suspende de suas atividades religiosas, o Padre Eduardo Inácio de Abreu. Diz trechos do decreto, que foi assinado pelo Bispo da Diocese de Leopoldina, Dom José Eudes Campos do Nascimento: “CONSIDERANDO a divulgação do Registro de Candidatura do Reverendíssimo Pe. Eduardo Inácio de Abreu ao cargo de Vereador do município de Visconde do Rio Branco, MG, no site oficial do Tribunal Superior Eleitoral, nº 30.2016.6.13.0284; nº do protocolo 2.968322016; CNPJ de campanha 25.467.470/0001-90, que comprova também a sua filiação ao PC do B – Partido Comunista do Brasil; CONSIDERANDO que o referido sacerdote é incardinado na Diocese de Leopoldina; CONSIDERANDO o teor da Advertência Canônica de 03/09/2016, da lavra do Bispo de Leopoldina, notificada ao citado sacerdote no dia 10/09/2016, intimando-o a apresentar, dentro de CINCO DIAS ÚTEIS a partir da notificação daquele Instrumento Canônico, ao Bispo de Leopoldina, um documento autêntico expedido pela Justiça Eleitoral do Estado de Minas Gerais, que comprovasse a sua desfiliação partidária (com a conseqüente desistência ao cargo de Vereador); CONSIDERANDO que expirou o citado prazo de 5 (cinco) dias úteis e o referido sacerdote não atendeu ao que lhe fora determinado pelo Bispo de Leopoldina; Motivatio iuris; CONSIDERANDO que o citado sacerdote transgrediu o cân. § 2, que prescreve: (Os clérigos) Não tenham parte ativa nos partidos políticos e na direção de associações sindicais, a não ser que, a juízo da competente autoridade eclesiástica, o exijam  a defesa dos direitos da Igreja ou a promoção do bem comum; CONSIDERANDO o que prescreve o cân. 1347 § 1: Não se pode impor validamente uma censura, a não ser que antes o réu tenha sido ao menos uma vez advertido a deixar sua contumácia, dando-se a ele tempo conveniente para arrepender-se; CONSIDERANDO o inteiro teor da citada Advertência Canônica, respaldada no que prescreve o cân. 1371, 2º (Redação dada pelo Motu Proprio Ad Tuendam Fidem, de 19/05/1988):

 
Série Inelegibilidades: condenado por abuso de poder político e econômico fica inelegível por 8 anos

Há seis anos, a Lei Complementar (LC) nº 135/2010, mais conhecida como Lei da Ficha Limpa, tornou mais rígidos os critérios de inelegibilidade para candidatos, ao alterar a LC nº 64/1990 (também chamada de Lei de Inelegibilidades). Devido à proximidade das Eleições Municipais 2016, o Portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) publicará uma série sobre o assunto, destacando os principais avanços neste tema. Nessa matéria que abre a série, o destaque vai para a previsão de inelegibilidade pelo prazo de oito anos para os condenados por abuso de poder político e econômico.Os obstáculos da Lei da Ficha Limpa para quem pratica alguma irregularidade ou delito de ordem eleitoral e outras práticas ilegais foram incluídos na forma de alíneas no inciso I do artigo 1º da Lei de Inelegibilidades. Conforme previsão da alínea ‘d’ desse dispositivo, ficam inelegíveis pelo prazo de oito anos aqueles que tenham contra si representação julgada procedente pela Justiça Eleitoral, em decisão transitada em julgado ou dada por órgão colegiado, em processo relativo a abuso de poder econômico ou político.

 
Exclusivo: Juiz Eleitoral de Leopoldina INDEFERE pedido dos registros das candidaturas de Zé Roberto e de Marcinho Pimentel.

Marcos Marinato.

foto_ze_roberto_e_marcinho_certaO Juiz Eleitoral da Comarca de Leopoldina, Dr. Gustavo Vargas de Mendonça, JULGOU PROCEDENTE a IMPUGNAÇÃO , ofertada para INDEFERIR  o registro de candidatura de José Roberto de Oliveira, ao cargo de Prefeito de Leopoldina, indeferindo também o pedido de registro de candidatura do candidato a Vice-Prefeito de Márcio Pimentel, companheiro de chapa de Zé Roberto. A sentença foi divulgada no início da noite deste sábado, dia  10 de setembro de 2016, e vem causando repercussão nas ruas da cidade e nas redes sociais, como no facebook, onde muitas pessoas estão comentando.  O autor do pedido de impugnação, foi o Dr. Marco Antônio de Oliveira Lacerda. O Jornal O PROGRESSO cumpre o seu papel e dever em divulgar fatos, baseados em documentos. Como sempre, imparcial e isento. Insta fazer este esclarecimento, tendo em vista que em Leopoldina, “algumas pessoas”, erradamente pensam que não se podem noticiar fatos verdadeiros. Mas O PROGRESSO noticiará, como já dito, como sempre imparcial, isento e trabalhando com a verdade, não importando  a notícia ser contra ou a favor a quem quer que seja. O PROGRESSO acompanhará o caso, fornecendo maiores informações e detalhes em breve, inclusive sobre o desfecho desta situação.  A chapa poderá recorrer desta sentença, em segunda instância, no Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais. A reportagem ainda não conseguiu acesso às alegações do autor, mas em breve teremos acesso aos documentos e informaremos. Não é a primeira vez que o candidato Zé Roberto enfrenta este tipo de problema. Em 2004, ele também teve o pedido de registro de sua candidatura a prefeito indeferida em primeira instância, ou seja, em Leopoldina, por problemas judiciais, mas conseguiu vitória nos tribunais superiores, mas a reportagem não tem ainda informações se o problema desta vez, é idêntico ao problema passado. A candidatura a prefeito de Brenio Coli (PSD), que tem como candidato, Rodrigo Pimentel (PP), foi deferida pela justiça eleitoiral, conforme consta no site do TRE-MG.

 
EDITORIAL - Conduta Ética e Jornalística do Jornal O PROGRESSO

Importante ressaltar, algumas condutas que nortearão este trabalho jornalístico. O objetivo, é produzir informação de qualidade. Pratica jornalismo, todo veículo cujo propósito central seja conhecer, produzir conhecimento, informar, noticiar os fatos, com a intenção consciente, traduzir a realidade no limite das possibilidades, é produzir um conhecimento sobre fatos e pessoas. O trabalho jornalístico do Jornal O Progresso, continuará sendo como sempre foi, buscando a isenção, correção e agilidade, pois só tem valor a informação jornalística que seja isenta, correta e prestada com rapidez. O Progresso é apartidário, repudia todas as formas de preconceito, é independente de governos e de grupos econômicos, procurando evitar situações que possam provocar dúvidas sobre o seu compromisso com a isenção. Todo esforço do Jornal O Progresso será feito, para que o público possa diferenciar o que é publicado como comentário, como opinião, do que é publicado como notícia, como informação, sempre dentro da lei, pois o interesse público virá sempre em primeiro lugar. Bom frisar novamente: O Progresso é e será sempre independente, apartidário, laico e pratica e praticará um jornalismo que busque a isenção, a correção e a agilidade. O Progresso portanto não é, e nem será nem a favor e nem contra governos, igrejas, clubes, grupos econômicos, partidos. Mas defenderemos intransigentemente o respeito a valores sem os quais uma sociedade não pode se desenvolver plenamente: a democracia, as liberdades individuais, a livre-iniciativa, os direitos humanos, a república, o avanço da ciência e a preservação da natureza. Ética e responsabilidade social, também norteiam os trabalhos deste periódico. O Progresso tem como missão ser rentável nos setores de informação e comunicação, nos segmentos de jornalismo, de serviços de informação, divulgação de publicidade, entretenimento e outros serviços afins. Divulgar e defender os princípios da democracia e da livre democracia, trabalhando com seriedade, honestidade, respeito ao público, credibilidade reputação e imagem, seriedade no atendimento à clientela, reputação jornalística. Todas as matérias e reportagens publicadas, serão feitas baseadas em documentos sérios e idôneos, pois o jornal tem que noticiar os fatos e acontecimentos como eles são, pois o mais importante de um jornal, é você leitor.

Marcos Marinato Crespo

Editor

 


 

 

cansei-charge                                    

 

                              

                           Veja Charges

 

 

xuxa_kta      

 

 

 

 

           Veja Fotos

 

 

 

"Xuxa em Cataguases, no dia 12 de novembro de 2011,
ocasião em que gravou para seu programa."

 
Boa Madrugada,

Leia o Jornal Online

edicao-070

Edições Anteriores

Publicidade

 tec-enf

finance

blogmarinato

bar-puca

Previsão do Tempo

Todos os Direiros reservados
Desenvolvido por